segunda-feira, 28 de outubro de 2019

ARGENTINA: ALBERTO FERNÁNDEZ, DE CENTRO-ESQUERDA, VENCE A ELEIÇÃO NA ARGENTINA

    Os progressistas, com a chapa Alberto Fernández/Cristina Kirchnner, voltam a governar a Argentina. Com 48,04 % dos votos (contra 40,44% de Macri), a esquerda foi eleita no primeiro turno.
    Ou seja, aquele projeto maluco neoliberal do Maurício Macri deu xabú! O conservador afundou a economia do país vizinho e esse "tango" dá pra resumir em 3 passos: Colapso do peso, desgaste do Banco Central e o desesperado empréstimo de 50 bilhões de dólares do FMI. O BC argentino estava com pouquíssimas reservas cambiais - ou seja - quem emprestasse dinheiro para o governo Macri não teria garantia de receber de volta. Isso deixou o "mercado" em pânico. O desemprego no país chega a 10,6%. Isso representa mais de 2 milhões de desempregados. Pobreza: 35% da população são considerados pobres. Um nível absurdo e inaceitável: teve um aumento de 8% em um ano. E a inflação: chega a 60% ao ano.
    Com esse "quadro maravilhoso" que Macri deixou, Fernández vai ter muito trabalho pra reconstruir o país. Nas primeiras palavras depois da vitória, o presidente eleito disse:
    "Espero que Macri seja consciente do que nos deixou e, na oposição,  nos ajude a reconstruir o país das cinzas." Também fez uma afirmação que é importante para os brasileiros: Vai lutar pela liberdade do preso político Luiz Inácio Lula da Silva e bradou em terras portenhas:
    "Lula livre!"


ALBERTO FERNÁNDEZ, PRESIDENTE ELEITO DA ARGENTINA, TAMBÉM PEDIU LULA LIVRE



Nenhum comentário:

Postar um comentário