segunda-feira, 21 de outubro de 2019

DEPUTADO QUE CHAMOU PRESIDENTE DE "VAGABUNDO", RENUNCIA À LIDERANÇA DO PSL

    Na semana passada, ele foi gravado numa reunião do partido. Na fala chamou o presidente Bolsonaro de "vagabundo" e afirmou que iria "implodir" o presidente. Nessa segunda-feira pela manhã, delegado Waldir (GO) entregou o cargo de líder do PSL na Câmara. Com isso, abriu caminho para Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), filho do presidente Jair, assumir a liderança.
    Delegado Waldir fez o comunicado através da gravação de um vídeo doméstico. Ele disse:
   "Não somos subordinados a nenhum governador, a nenhum presidente, mas sim ao meu eleitor e vou continuar defendendo todas as prerrogativas do Parlamento. Nós não rasgamos a Constituição. A Constituição prevê que o Executivo não deve interferir no Parlamento em nenhuma ação."


Nenhum comentário:

Postar um comentário