quinta-feira, 7 de novembro de 2019

LULA: LIBERTAÇÃO IMEDIATA?

    Os advogados de Lula vão se reunir com ele na manhã desta sexta-feira e, a seguir, entrarão com "um pedido para que haja sua imediata soltura com base no resultado desse julgamento do STF".
    O resultado: Por 6 votos a 5 (voto decisivo do presidente do Supremo, Dias Toffoli - que teve de votar por causa do empate), o STF decidiu: Alguém só deve ser preso depois do fim de todos os recursos possíveis.
    Vamos lembrar que Lula, preso político, foi condenado e preso  apenas em segunda instância.









Nenhum comentário:

Postar um comentário