sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

O CAPITÃO INDICA UM CAPITÃO PRA GERENTE DA PETROBRAS

    E a "acomodação" de amigos/parentes no governo federal continua. Depois do filho do vice ganhar uma "promoção" no Banco do Brasil, agora Bolsonaro indica um "amigo de longa data" para Gerente Executivo de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobras. Trata-se do capitão-tenente da reserva da Marinha, Carlos Guerra Nagem.
    Nagem trabalha na estatal, atualmente, em Curitiba. O salário dele vai passar de 15 mil reais para 50 mil reais. De acordo com a empresa, ele tem currículo para tanto: É formado em Administração pela Escola Naval , mestrado, e está na Petrobras há 11 anos.
    Detalhe: Já tentou - sem sucesso - "virar político": Em 2002, se candidatou a deputado federal do Paraná pelo PSC (ex-partido de Bolsonaro). Em 2016, pelo mesmo partido, tentou ser vereador em Curitiba. Perdeu nas duas.
    Numa das campanhas em que pediu voto pra Nagem, o agora presidente disse que eles eram "amigos de longa data".
    Está provado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário