sábado, 16 de novembro de 2019

BOLÍVIA: POLÍCIA JOGA GÁS NA CARA DE JORNALISTA CORRESPONDENTE INTERNACIONAL

    O "couro tá comendo" na Bolívia há uma semana, desde a renúncia do ex-presidente Evo Morales (que recebeu asilo político do México). O povão (principalmente os cocaleiros -agricultores pobres que produzem a folha de coca usada, principalmente, pra reduzir os efeitos da altitude no organismo) está revoltado contra a autoproclamada presidente Jeanine Añez. Manifestantes querem a saída dela do palácio do governo e a volta de Morales. Enquanto isso, a polícia vai reprimindo a revolta popular da maneira que melhor sabe fazer: descendo o porrete e jogando gás na cara do "pueblo".
    E os fardados (as forças dos golpistas) "não escolhem" a quem agredir: Entre tantas pessoas já agredidas pela polícia, está a jornalista Teresa Bo, da Al Jazeera. Ela levou uma "sprayzada" de gás lacrimogênio no rosto. Estava trabalhando, em La Paz, cumprindo seu dever de transmitir a informação e sofreu a agressão dos "cães de aluguel" de quem se apossou do governo.
    Veja as imagens:









Nenhum comentário:

Postar um comentário