sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

RODRIGO MAIA: "CONGRESSO NÃO É JUIZ DE EXECUÇÃO PENAL"

    “Não podemos nunca imaginar que o Parlamento possa cumprir um papel de juiz de execução penal, de prender ou soltar.[...] É uma PEC que trata de recursos especiais, é extensa.[...] Por isso compreendi que a discussão dessa PEC é o melhor caminho”.
                                                  Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, ao afirmar que essa matéria- que trata da prisão em segunda instância - só deve ser votada em março de 2020.


MAIA JÁ ESTÁ CHEIO DESSA HISTÓRIA DE "TRANSFERÊNCIA DE RESPONSABILIDADES"



                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário