quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

URUGUAI: DESBRAVANDO A TERRA DOS CHARRUAS (1)

 

     Amigo(a) navegante dos mares turbulentos da internet ... naturalmente você sabe que o Uruguai já PERTENCEU (!) isso mesmo, PERTENCEU ao Brasil....Foi lá pelos idos do começo do século 19...a Cisplatina foi uma província do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Depois, do Império do Brasil.
    Mas outros hermanos (aqueles!) os argentinos, também reivindicavam o território como parte do finado vice-reinado da Prata. O nosso Império mantinha a Cisplatina alegando a defesa das províncias do Sul. De tanto brasileiro/português puxar de um lado e argentino/espanhol de outro, eis que em 1825, o território cisplatino declarou independência e foi formada a gloriosa República Oriental do Uruguai.
    Se nada disso tivesse acontecido, o Uruguai, hoje, seria mais um estado brasileiro e Luizito Soares e Cavani jogariam na nossa seleção. Melhor: em 1950, não teria ocorrido o "Maracanazzo" (Uruguai campeão do Mundo em cima do Brasil), porque o país vizinho ao Rio Grande do Sul NÃO EXISTIRIA...
    Poizintão...feito esse preâmbulo, devo informar que Uruguai os brasileiros vão encontrar ao se dirigirem às pradarias daquele belo rincão... de cara dá pra dizer que a economia deles tem uma "dolarização informal" (ou seja, a moeda é o peso uruguaio, mas o preço de muitas coisas é "cotado" em dólar...). Exemplo: Passeios de agência de turismo. Quer ir para Punta del Leste ou Colônia Sacramento? Eles te dão a cotação em dólar... Nesse começo de janeiro, UM REAL valia 8 PESOS E  50 CENTAVOS. 
    Aí você pensa: "Vou fazer a festa! Uhuuu, tá tudo barato!" Engano, amigo! O real vale mais, mas...o custo de vida lá é altíssimo (pra nós, turistas e pra eles, locais...). A gente vê isso em coisas pequenas nos supermercados...um copinho de iogurte, por exemplo, que aqui pagamos 1,99 ou 2,20 reais...lá custa 38 pesos, algo em torno de 4,50 reais (dependendo a cotação do dia...). Ainda: Um litro de gasolina de 6 a 7 reais... Quer almoçar ou jantar com a pessoa amada (ou amiga/amigo...)? Desembolsarás 1.500 pesos. Mais ou menos 180 reais. Importante: Pague em cartão de crédito: você terá, na hora, um desconto de aproximadamente 22% (é a devolução do IVA - o ICMS deles -para estrangeiros). 
    A "vantagem" é que eles têm as maiores redes de lojas do planeta ( lojas que não existem no Brasil...) e os melhores produtos que qualquer terráqueo possa imaginar. Como o país é muito pequeno (é um pouquinho maior que o Ceará e menor que o Paraná) a maior parte dos produtos é de importados. Mas é pra quem pode pagar...Ainda nesse quesito: Pelo menos o salário mínimo não é TÃO MÍNIMO quanto no Brasil: Lá é em torno de 2000 reais (claro que quase ninguém recebe só o salário mínimo...) contra mil reais aqui...
    O que é beeeemmmm barato e tem uma qualidade ótimaaaa é o vinho: as Bodegas melhoraram muito a qualidade com investimento em tecnologia. São vinhos premiados internacionalmente que você compra a partir do equivalente a 35...40 reais. Também dá pra dizer no "campo engordaite": A carne do rebanho uruguaio é SABOROSA. Prepare-se pra comer muito - e muito bem!
    Antes do "checkout", mais uma informação: Os Charruas (da manchete) eram os nativos do país. Em 1831 foram dizimados pelos espanhóis. Causas do genocídio: Os índios não aceitavam serem "domesticados"; não aceitavam passar por um processo de "branqueamento" na cultura, na religião... não aceitavam serem governados (na verdade escravizados...) pelos espanhóis/colonizadores.
    Viva o bravo povo charrua!
 





Nenhum comentário:

Postar um comentário