quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

URUGUAI: DESBRAVANDO A TERRA DOS CHARRUAS (2)

   

Se você tem 10 milhões de dólares no bolso, pode jogar com os grandes profissionais do carteado no maior cassino de Punta del Leste. Esse "depósito" inicial (10 milhões de doletas) é exigido pra quem pretende sentar à mesa da jogatina. Claro que não é para o nosso (meu, pelo menos), bico. Essa é a "garantia" de que o apostador vai pagar o que deve caso vá perdendo rodadas seguidas. Naturalmente não são apenas os milionários que jogam...também tem opção, digamos, para os "mais humildes".
    Cassino é uma atividade lucrativa e que traz benefícios públicos para o Uruguai. Os números são de alguns anos atrás (2016), mas dão uma dimensão de como se fatura por lá: O lucro naquele ano passou um pouco dos 210 milhões de dólares. São mais de 4,2 milhões de estrangeiros que escolhem o país como destino, todo ano. Os brasileiros representam 50% dessa turistada que "se joga" nos cassinos. Em 2017, 500 mil brasileiros apostaram na terra do ex-presidente - e agora senador - Pepe Mujica. E tem o seguinte: Boa parte do que se arrecada vai para investimentos em políticas públicas, porque por lá, alguns cassinos têm administração "mista": governo com um sócio privado.
    Aí você tá no hotel e com vontade de "dar um chego" num cassino de Montevidéu. Como faz? Chama um Uber. Lá, o serviço funciona direitinho. Mas não esqueça: Cadastre o cartão de crédito. Eles não recebem em dinheiro. Não se assuste: É seguro e tranquilo. Os motoristas são educados e simpáticos. Você ainda pode bater um papo em portunhol sobre as rivalidades futebolísticas Brasil x Uruguai. Por falar nisso, um "chofer" ou "condutor", como eles se identificam, me disse que, além de Argentina e Brasil, os uruguaios agora têm uma grande rivalidade com os chilenos no "campo da bola"...
    Buenas... sobre segurança:  a capital do Uruguai AINDA é um lugar tranquilo pra se visitar. O maior perigo que você pode correr é com os "batedores de carteira". Mas lembre que esse tipo de criminoso tem em qualquer grande cidade do nosso amado planeta (que não é plano). Imagino, também, que você não vai sair contado dólares na rua...exibindo um rolex no pulso...uma pulseira cravejada de diamantes....um colar com medalhão de ouro...aí qualquer punguista não se aguenta e pode virar um assaltante. Portanto: Nada de exibir riqueza nas "calles"...


NÃO É MONTE CARLO...É MONTEVIDÉU, AQUI AO NOSSO LADO...



    




Nenhum comentário:

Postar um comentário