sexta-feira, 25 de outubro de 2019

CHILE EM CHAMAS: MANIFESTANTES TENTAM INVADIR CONGRESSO NACIONAL

    Nessa sexta-feira completaram-se 8 dias de protestos no Chile. E hoje foi um dos mais tensos: No começo da tarde, manifestantes tentaram invadir o Congresso Nacional, que fica na cidade de Valparaíso. Mas, a polícia chilena ( os "carabineros") usou jatos de água e bombas de gás lacrimogêneo pra deter a galera. O prédio foi evacuado e as atividades legislativas suspensas.
    Por que o povo tanto protesta? O aumento na tarifa do metrô foi apenas o estopim da revolta. A grande massa chilena (formada por pobres) está revoltada com a política neoliberal do presidente de direita Sebastián Piñera: a desigualdade social só aumenta; a política de capitalização das aposentadorias não funcionou (muitos aposentados estão na miséria...); a saúde e a educação são públicas, mas é preciso pagar mensalidade...
    Em todos esses dias de protestos já foram registradas 19 mortes e 2.840 detenções. Lembre, amigo(a) navegante das ondas turbulentas da internet: a ex-presidente (de centro-esquerda) Michelle Bachelet é, hoje, alta comissária da ONU para os direitos humanos. Dito isso, informo que ela vai mandar, na próxima segunda-feira, uma missão para verificar as denúncias de violações dos direitos do povo.

                  Vejas as fotos da tentativa de invasão do Congresso





Manifestantes pedem a renúncia do presidente Piñera



   





Nenhum comentário:

Postar um comentário