quarta-feira, 23 de outubro de 2019

"TERREMOTO" DOS POBRES CHILENOS VAI CRUZAR A CORDILHEIRA DOS ANDES E ATINGIR ARGENTINA E...BRASIL?

"O terremoto da revolta das massas empobrecidas ameaça passar para a outra face da cordilheira e derramar-se pelas planícies do continente. Se não o fez ainda é porque todos aguardam que, pela Argentina, com sua história infame e nobre, com as sobrevivências de uma cultura e um sistema político únicos, todo o planeta saiba, com Alberto Fernández e Cristina Kirchner, que esta era do neoliberalismo chegou ao fim. É o que estamos aqui para testemunhar e relatar."
                                                                      Mário Vitor Santos, jornalista, foi secretário de Redação, diretor da sucursal de Brasília e ombudsman da "Folha".
Bora lembrar: Segundo último boletim oficial do Chile, o número de mortos nos protestos contra o governo neoliberal do presidente Piñera chega a 15. A Argentina realiza eleições presidenciais no próximo domingo. A chapa Alberto Fernández/Cristina Kirchner lidera as pesquisas à frente do neoliberal e atual presidente Maurício Macri. 


(foto: Creative Commons)

O "TERREMOTO POPULAR" SAIRÁ DE SANTIAGO, CRUZARÁ AS CORDILHEIRAS DOS ANDES E ATINGIRÁ, PRIMEIRO, A ARGENTINA E, DEPOIS, O BRASIL?

    





Nenhum comentário:

Postar um comentário